Postado em 18 julho 2017

Chegamos à última etapa da série sobre branding, onde tratamos dos processos envolvidos na construção de uma marca. Passamos pelo nome e pela idealização do conceito, e pelas partes gráficas como o desenho da logo, a escolha da tipografia, das cores e dos outros elementos que ajudam a criar o ambiente da marca. Depois de todo esse trabalho, chega o momento de colocar à prova tudo o que foi construído.

Branding-clean-whey

Agora, começamos a efetivamente desenvolver produtos com os componentes da marca. Esta é a etapa para estudar as possíveis combinações dos elementos e como eles vão se comportar em diferentes materiais e mídias, envolvendo desde a papelaria básica da marca (cartões de visita, envelopes, papéis timbrados) até site ou embalagens, dependendo da área de atuação da empresa.

Branding-salad

Neste momento, são várias questões a serem respondidas. Será que as fontes escolhidas possuem boa leitura tanto em materiais impressos quanto nos digitais? Será que as cores estão saindo nas impressões com a mesma aparência que elas estavam na tela do computador quando foram escolhidas? Será que a logo está reconhecível em tamanhos bastante reduzidos, para aplicações em rodapés de sites, por exemplo? E quando se coloca todos os elementos juntos, eles estão passando a sensação que deveriam, conforme definido na fase de conceituação?

A forma de responder a todas essas dúvidas é aplicando a marca. Para isso, definimos um número de materiais para fazer esses testes, e vamos criando alternativas e avaliando quais ficam melhores e quais não atingem tão bem os objetivos. O ideal é que, nesta etapa, sejam feitos testes nos mais diversos materiais, para que a marca tenha vários tipos de aplicações interessantes, e para que sejam encontradas soluções para possíveis problemas não percebidos nas etapas anteriores. Isso aconteceu na Aliens, por exemplo, quando estávamos desenhando a marca da escola de idiomas Vou Falar. Quando fomos fazer as aplicações, percebemos que a logo estava parecendo muito mais dura do que gostaríamos. Por isso, voltamos ao processo da sua criação e refinamos um pouco mais suas linhas, até chegarmos ao resultado final, satisfatório para nós e para o cliente.

Branding-vou-falar
Para que sua marca cumpra com os seus objetivos técnicos e seja agradável para o público, é preciso que todas as etapas de seu desenvolvimento sejam respeitadas e tenham à disposição o tempo e os recursos devidos. Uma marca mal desenvolvida ou mal pensada em qualquer uma de suas etapas pode acarretar em problemas, tanto imediatos quanto futuros, para o cliente. Afinal, são muitas sensações e informações a serem transmitidas por um material que, no fim, deve ser bastante simples – e ainda assim memorável.